Página Inicial Notícias Música para aprender – Professor de Geografia do CSC lança projeto que estimula alunos a refletirem sobre letras de músicas

Notícias

18 FEV

imagem de capa Titulo

Música para aprender – Professor de Geografia do CSC lança projeto que estimula alunos a refletirem sobre letras de músicas

Ensino Médio

Em busca de formas mais instigantes e lúdicas de se propor um aprendizado que não fique restrito à sala de aula, o professor de Geografia do Colégio Santa Catarina (CSC), André Serrato Tibiriçá acaba de lançar um projeto que busca estabelecer uma relação direta entre o conhecimento e o cancioneiro nacional. “Nossa música, reconhecida mundialmente, é prolífica e exemplo de como é possível aprender cantando e se divertindo”, afirma. Dessa forma, André criou uma playlist na plataforma do Spotify onde elencou algumas músicas com conteúdos que podem ser tratados como temas de aulas, ajudando a compreensão e apreensão dos conceitos nelas abordados. 

Segundo explica o professor, muitos são os compositores que relacionam a realidade cotidiana e histórica do nosso povo em versos e refrões que, em poucas palavras, desvelam aspectos sociais, políticos e até físicos do espaço territorial brasileiro. O nome da playlist criada por André se chama “Música de aprender CSCJF”. Ela já conta com sete canções, das quais o professor faz uma análise rápida a seguir, para auxiliar o aluno nesse estudo. “Cabe ao estudante observar a letra e identificar a relação existente. É certo que outras considerações podem ser feitas, mas seguem algumas sugestões”, garante.

Imagem

1-Parabolicamará (Gilberto Gil): com essa música é possível estabelecer uma relação com o processo de globalização, sendo que um dos aspectos mais marcantes desse fenômeno, “a aniquilação espaço-temporal” fica evidenciada.

2-Sobradinho (Sá e Guarabyra): nesta canção os compositores abordam o aspecto da transformação espacial do rio São Francisco, com a construção da usina de sobradinho, ao mesmo tempo evidenciam os impactos sociais sobre a vida dos ribeirinhos, no contexto do movimento dos afetados por barragens

3-Súplica cearense (na versão de O Rappa): descreve um dos aspectos mais marcantes do clima semiárido do sertão nordestino, a má distribuição de chuvas.

4-Construção (Chico Buarque): em seu estilo inconfundível propõe uma música em que as frases terminam em palavras proparoxítonas e, ao mesmo tempo, substitui-as promovendo um encadeamento lógico que as falas mantêm uma conceituação lógica. Na parte final podemos identificar um conceito foucaultiano definido a partir da microfísica do poder, que se manifesta nas relações e nos mínimos aspectos cotidianos.

5-Que país é esse (Legião Urbana): faz severa crítica da política nacional.

6-Carta aos Missionários (Uns e outros): Estabelece uma relação conflituosa entre as nações ao longo da história, principalmente no trecho em que diz ”crianças matando, crianças inimigas”, faz referência a conflitos africanos, o que pode ser melhor compreendido assistindo o filme “Diamantes de Sangue”.

7-Rosa de Hiroshima (Secos e Molhados): como canção emblemática de uma geração procura expor os horrores de uma guerra nuclear, em que os efeitos se estendem por gerações.

André destaca que a lista será ampliada e atualizada ao longo do tempo, não só por ele, mas com a contribuição de outros professores do Colégio, de outras áreas do conhecimento, tornando o projeto, assim, interdisciplinar. “A ideia central é construir uma educação voltada para o conhecimento geral, cultural, para os vários tipos de inteligência emocional. Eu desejo a todos que acessarem nossa playlist um bom estudo e, antes de tudo, uma boa diversão”.

Imagem

Para a diretora pedagógica Flávia Cipriani, o projeto é brilhante. “Fico feliz de ter professores diferenciados como o André, que vibra e pensa em ações significativas que motivem, ainda mais, nossos alunos. O projeto está ótimo e acredito que seja o start para mais um belo trabalho”.

* Outras informações, com a Assessoria de Comunicação do CSC, pelo telefone 2101-9867.

 

Colégio Santa Catarina © 2019 Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: Logotipo Emedia