Página Inicial Notícias Bate papo com o escritor – Alunos do 6º ano recebem a visita de Fernando Carraro

Notícias

07 JUN

imagem de capa Titulo

Bate papo com o escritor – Alunos do 6º ano recebem a visita de Fernando Carraro

Ensino Fundamental II

O Colégio Santa Catarina (CSC) recebeu na manhã dessa terça-feira (06/06) a visita de Fernando Carraro, autor de livros infanto-juvenis. Paulista, formado em História e Geografia, lecionou por muitos anos, mas seu forte é mesmo escrevendo, como ele próprio diz, “para disseminar sementes no coração de seus jovens leitores e produzir frutos, provocar mudanças”. Suas obras abordam temas importantes para a educação e formação de um bom cidadão como consumismo, valorização da vida e ecologia. Os alunos do 6º ano do Ensino Fundamental do CSC, por exemplo, trabalharam o livro “Biomas: conhecer para proteger” e foi sobre ele que girou a conversa com o autor.

Imagem

A obra paradidática, adotada na 1ª etapa do ano letivo, foi escolhido pelas professoras Luciana Faria Azevedo (Redação) e Patrícia Ribeiro (Português e Literatura) por tratar do tema da Campanha da Fraternidade 2017 - Fraternidade: biomas brasileiros e a defesa da vida - abordado, em sala de aula, de forma interdisciplinar. “Nesse sentido, optamos pelo livro de Carraro porque a personagem principal, Marina, usa uma linguagem próxima da que é utilizada por nossos alunos e a história dela fez com que eles conhecessem as características dos biomas brasileiros. A partir disso, como estávamos estudando nas aulas de Português e Redação o gênero textual história em quadrinhos e suas características estruturais e linguísticas, propusemos aos alunos a confecção de um vídeo, no qual utilizariam os recursos aprendidos”, explica Patrícia.

A partir da leitura do livro adotado, os alunos, divididos em grupos e cada qual responsável por um bioma diferente, tiveram que fazer uma ilustração baseada na história trabalhada e também um vídeo de um minuto. Segundo as professoras responsáveis, o vídeo foi confeccionado no laboratório de informática da escola, com um software de apresentação que permite fazer histórias em quadrinhos com animação. “No livro de Carraro, ao final de cada capítulo, além de imagens ilustrativas de elementos da fauna e flora dos biomas brasileiros, há a apresentação de um problema que cada bioma enfrenta atualmente. Assim, foi proposto aos alunos a pesquisa de uma solução para um problema do bioma e essa boa ideia deveria ser inserida na animação em quadrinhos”, conta Luciana.

Imagem     Imagem

Os vídeos produzidos pelos alunos foram avaliados pelas professoras e o resultado foi bastante positivo devido ao empenho e à dedicação dos grupos em relação ao que lhes foi proposto. Antes do encontro com o autor, os estudantes pesquisaram a biografia dele, apresentaram sugestões de perguntas a serem feitas e alguns alunos fizeram desenhos relacionados ao livro lido. Uma apresentação, com alguns trabalhos, foi montada e exibida a Carraro, para que o escritor pudesse ver como foi o desdobramento de seu livro no Colégio. Veja, no vídeo abaixo, o que ele achou desse encontro com nossos alunos.


“Quando a gente escreve um livro, sozinho, não dá para imaginar o que vai acontecer com aquela obra. Este ano já percorri vários estados do Brasil, muitas escolas que também adotaram esse livro, vi muitas coisas diferentes e bacanas sendo realizadas, muitos trabalhos feitos a partir deste livro sobre biomas. Vi teatros, mas ainda não tinha visto nada tão bonito igual ao de vocês aqui no Santa Catarina, com propostas de soluções para os problemas enfrentados pelo nosso meio ambiente em todo o território nacional, especialmente nesta semana do Meio Ambiente, que deveria ser o ano todo. E vou pedir ao representante da editora FTD que está aqui me assessorando, que envie este vídeo que acabamos de ver para São Paulo, para que o departamento editorial que trabalhou no livro veja essa preciosidade produzida aqui, a partir da leitura de ‘Biomas: conhecer para proteger’. Meus parabéns, meus amigos, estou impressionado”, disse Fernando, elogiando o comportamento e a colaboração das turmas de 6º ano.

Imagem     Imagem

De acordo com Carraro, quando a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou a Campanha da Fraternidade deste ano, o objetivo da Igreja não era mostrar a beleza dos biomas e sim a sua destruição. “Os bispos queriam fazer um alerta. Esta era a preocupação, pois todos os biomas, sem exceção, estão sendo destruídos. O mais afetado, acredito, seja o cerrado. O problema é que desmatam para plantar, para criar gado. É provável que o bife que eu vou comer hoje no almoço seja de um boi criado no cerrado brasileiro. Que contradição, não? Nós criticamos o desmatamento, mas, de certa forma, usufruímos disso. Que incoerência. Mas acho existem soluções. E é sobre isso que nós temos que refletir. Eu trago na mochila muitas cartas de leitores dizendo que meu livro mudou a vida deles. Um livro pode provocar transformações. E eu escrevo livros para provocar mudanças. Desde quando ingressei na faculdade de Geografia e História, fiz o curso com o propósito de ser um defensor do planeta”, ressaltou. 

Os alunos ficaram fascinados com a simplicidade do escritor, que fez questão de cumprimentar um a um e responder o máximo de perguntas possível. Durante sua fala, Fernando frisou para as turmas que para ser um bom escritor, antes de tudo é preciso ser um grande leitor. Também afirmou, com exemplos concretos, que não é preciso ser um profissional experiente nem ter muita idade para deixar sua marca no mundo. E ressaltou que é preciso conhecer, valorizar e preservar nossas riquezas naturais. Questionado se busca inspiração em algum escritor na hora de escrever livros, respondeu achar-se parecido, no estilo, com Monteiro Lobato que, segundo Carrato, para ensinar alguma coisa, criava sempre uma história. 

 Imagem     Imagem

Fernando Carraro nasceuem 1942, na cidade de Americana, no estado de São Paulo. Historiador e geógrafo, já escreveu cerca de 50 livros voltados para o público infanto-juvenil. Um dos seus trabalhos favoritos, além de escrever, é visitar escolas, em todos os cantos do país, para interagir com os estudantes e compartilhar um pouco de seu conhecimento com os jovens leitores.

Imagem

* Outras informações, com a Assessoria de Comunicação do CSC, pelo telefone 2101-9867.

 

Colégio Santa Catarina © 2017 Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: Logotipo Emedia